terça-feira, 15 de julho de 2008

BAILANDO A VIDA

O ar que anda
no espaço vago
Lá na varanda
A luz apaga
da lamparina
Dança a calçada
a bailarina
Cintura fina
Leves passadas
Girando rápido
Fada menina
Quase encantada
Desce do palco
Desiludida
Fica a chorar.

Josias Faustino

Nenhum comentário: